The way everyone can enjoy it!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Unfriended


Um filme de terror que mostra muito da realidade juvenil mundial, tendo uma forte componente crítica, sendo um filme que muitos jovens deveriam ver. O filme conseguiu de bilheteiras 54 milhões de dólares, muito devido à grande publicidade feita, principalmente na MTV, onde provavelmente irá ganhar um prémio no final deste ano. As críticas têm sido uma mistura opiniões positivas e negativas, tendo mais reacções positivas mas passando só como um filme razoável de se ver, levando a ter uma sequela em 2016.
A história relata uma video conferência entre amigos, que é marcada por uma estranha presença, sendo que no início pensam que é um erro qualquer, mas mais tarde percebem que estão errados, não sabendo com que estão a lidar. Mais à frente esta estranha ligação vai pôr-los à prova, quer a sua própria personalidade, quer a amizade que existem entre eles.
O primeiro ponto que reparei, até antes de ver o filme, foi a publicidade e ajuda da MTV, que normalmente e principalmente nos filme de terror, dá mau resultado, ficando logo com poucas expectativas, mas não, este filme conseguiu-me surpreender pela positiva, apesar de algumas falhas, principalmente no som e na parte gráfica. Este é daqueles filmes que principalmente os adolescentes deviam ver, primeiro, e sendo o principal objectivo do filme, perceber os perigos online e principalmente o cyberbulling que leva muitos jovens a suicidarem-se, e sim isto acontece mesmo e é um problema cada vez maior, por isso, primeiro tenham cuidado com o que metem na Internet, depois não criem guerras e não tomem atitudes estúpidas, só porque tem um computador à frente. O outro ponto, menos realçado, é que nem todos os que chamamos amigos realmente são, e como ouvi um dia, " Se quiseres saber quantas pessoas conheces, dá uma festa. Se quiseres saber quantos amigos tens, fica doente.", e este filme revela mesmo isso que nas loucuras e nos disparates são todos muito amigos, mas por de trás poucos são aqueles em que podemos confiar e a adolescência é muito propicia a estas coisas, pois é quando fazemos os maiores disparates, que mais tarde nos arrependemos e até escondemos esses pormenores. Este é um filme interessante que todos devem ver pelas razões que já disse, mas não será o melhor filme de terror do ano com certeza.



Pontos Positivos:
- Original
- Actual
- História

Pontos Negativos:
- Qualidade Gráfica
- Som
- Acção Lenta
- Representação

Rate: 5/10

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Especial: The Exorcist


Este post será muito diferente dos outros, pois não será uma crítica, mas sim uma comemoração, primeiro ao género do terror e a este filme que mudou o mundo, como se via o terror e de fazer filmes de terror, sendo um dos melhores filmes, se não o melhor, de terror, que marcou e marca o género, sendo ainda hoje uma referência para quem gosta do género, pois é o filme com mais prémios e nomeações até nos Oscar de um filme de terror e é considerado um dos filmes mais assustadores feitos até agora, sendo censurado quando saiu em alguns países com Inglaterra.

Esta é uma comemoração também deste blog que tem mais de um ano e esta é a sua centésima publicação, algo que nunca esperei que viesse acontecer quando comecei o blog. E como isto nada teria sido conseguido sem os leitores do blog, que me dão força para continuar e mostrando que vale a pena escrever e dar opiniões sobre este género. 



Por isto tudo o blog lança aqui um passatempo especial, pois terão a oportunidade de ganhar um DVD deste filme, edição director cut e ainda o livro (em português) que originou o filme. Para isso basta responder à pergunta: Qual foram as duas categorias dos Oscares que o filme ganhou?



Enviem as vossas respostas para criticascommedo@yahoo.com com o assunto Passatempo até dia 11 de Agosto, os prémios serão sorteados aleatoriamente pelos participantes que responderam correctamente à resposta, havendo só um participante que levará os dois prémios.

Nota: Este passatempo é só válido para Portugal.

domingo, 2 de agosto de 2015

Saw IV


O quarto filme duma das maiores sagas de terror de sempre, em que neste episódio se demonstra que uma nova fase está para começar. Este filme conseguiu nas bilheteiras 139 milhões de dólares, com um orçamento de 10 milhões, percebendo já aqui o fenómeno que era a saga. Mas apesar de tudo o filme foi bastante criticado, tendo aqui duas faces, as dos críticos "profissionais" e a do público, conseguindo ter mais opiniões positivas pelo o lado do público, sendo nomeado para seis prémios e ter ganho um, mas a maior parte dos prémios era devido à publicidade à volta do filme e não tanto ao filme.
O enredo continua com os jogos que John começou, apesar da sua morte, sendo continuado pelos seus ajudantes. O filme continua com uma mistura de cenários das armadilhas e jogos, ao mesmo tempo que vai desenrolando a história principal e dos participantes, uma receita já usada desde o primeiro Saw.
A partir do terceiro filme, percebemos que os filmes a seguir são feitos para gerar lucro e não propriamente para contar uma história, mas apesar disso os argumentistas conseguem gerir a receita de ter muito gore e ter uma história misteriosa que nos agarra, apesar de como já disse no filme anterior, poucos são aqueles que vêm esta saga pela história. Este novo episódio vai dar uma volta à história e que se quiserem podem fazer mais filmes pois neste ponto percebe-se que pode aparecer sempre novas personagens que continuem com o trabalho já feito, sendo uma receita que pode durar para sempre. Por fim, basta dizer que o filme vale a pena ver, principalmente se gostou dos anteriores, mas não vão encontrar nada de novo, o que é uma pena, criando assim um modelo de fazer filmes que pouco interessa para quem quiser ver um filme mais coeso e concreto. 


Pontos Positivos:
- História
- Cenários
- Efeitos

Pontos Negativos:
- Mais do mesmo
- Representação
- Pouco Original

Rate: 5.5/10