The way everyone can enjoy it!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

The Shallows


Mais um filme sobre um ataque de tubarão que envolve drama e thriller mas que escapa ao terror e ao medo que Jaw nos trouxe. O filme teve de bilheteira 119 milhões de dólares, com um orçamento de 17 milhões o que se pode considerar um sucesso. As reacções ao filme foram mais positivas que negativas, destacando a qualidade gráfica do filme, mas que não o torna uma obra prima do cinema.
A história começa com Nancy a chegar à praia onde a sua mãe esteve anos atrás e que se encontra escondida do mundo, Nancy aproveitou para surfar algumas ondas daquela praia que parecia um paraíso. A acção começa quando Nancy é atacada por um tubarão e é encurralada numa rocha, tentando por todos os meios escapar aquele terrível predador que não a deixa descansar, tendo de lutar contra o tempo para poder sair dali com vida.
Este é um filme de Verão que é interessante e nos "sabe" a férias e a praia, mas com um toque de terror para ser diferente de um tradicional filme da época. O filme tem um história interessante e que primeiro puxa pelo o drama, principalmente ao irmos conhecendo a história da personagem principal e os seus problemas, dos quais muitos se devem relacionar e compreender, numa segunda parte o suspense da acção e da luta daquele momento para sobreviver. O filme tem um mensagem interessante de como se vê a vida e os seus problemas e como episódios de terror nos fazem mudar a maneira de como vemos as coisas e mesmo a mudar o modo como vivemos. O filme só peca mesmo por ser mais um de muitos filmes sobre esta temática e por apesar da qualidade gráfica o terror e o susto não estar muito presente, sendo mais um drama sobre sobrevivência. Em suma, o filme é interessante e cativa-nos a ve-lo até ao fim para percebermos se a personagem se vai ou não safar deste momento, mas quem espera ver um banho de sangue ou cenas gráficas agressivas, não é aqui que as vai encontrar, mas quem procura uma boa história de suspense e de sobrevivência, tem tudo para gostar deste filme.


Pontos Positivos:
- Drama
- Efeitos
- História

Pontos Negativos:
- Pouco Original
- Pouco Terror

Rate: 6/10

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Final Destination 3


O terceiro filme da saga final destination que traz de volta uma montanha russa de terror e de mortes que já nos habituou. O filme teve de bilheteira 118 milhões de dólares com um orçamento de 25 milhões, sendo considerado um sucesso neste ponto. As críticas tem sido mistas mas realçando que é só mais um filme de terror sem nada de especial.
Um grupo de jovens vai a uma feira de diversão e antes de entrarem numa montanha russa, Wendy teve uma visão que essa viagem ia correr mal, entrando em pânico sendo obrigada a sair dali, mas levando por arrasto mais um grupo de pessoas que estavam atrás dela. A acção intensifica-se quando o que Wendy previu na montanha russa aconteceu e não só os amigos ela morreram como os que sobreviveram começaram a ter acidentes fatais uns a trás dos outros, fazendo com que todos tentem ao máximo sobreviver ao seu destino.
Neste terceiro filme, o que é interessante de realçar é como usando o mesmo esquema dos anterior se tenta trazer algo de novo sem perder o que caracteriza a saga, mas por insistirem desse modelo, nada ou quase nada mais se destaca, nem a história nem as personagens, tal como acontece com a maioria dos filmes de slayer killer que se preocupam mais com matar pessoas do que contar uma história. Apesar de as partes gráficas e as cenas das mortes serem interessantes e bem feitas, apesar de exageradas, não chega para fazer deste filme algo com qualidade e que seja relembrado posteriormente, sendo apenas mais um da saga que logo desde o segundo filme já estava destinada a ser um fracasso de qualidade e a perder o seu valor. Por fim, quem gostou dos primeiros e quer continuar acompanhar a saga, este é um filme que deve ver, mas quem ao fim do segundo se cansou, pode deixar de acompanhar a saga pois mais nada vai mudar, pelo menos até agora, nesta saga que não nos faz ter um desejo grande de continuar a seguir.


Pontos Positivos:
- Efeitos
- Cenas das Mortes

Pontos Negativos:
- História
- Mais do mesmo

Rate: 6/10

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Don't Breathe


Um dos melhores filmes de terror de 2016 que surpreendeu todos os que o viram e principalmente aqueles que esperavam ver apenas mais um filme de terror. O filme teve de bilheteira 152,5 milhões de dólares, sendo o segundo filme com mais sucesso da Sony em 2016. As críticas têm sido positivas quer em sites e revistas de filmes quer em sites e revistas mais focadas nos filmes de terror, podendo em consideração uma sequela.
Um grupo de ladrões que rouba casas tendo a ajuda de um deles ser filho de um dono de sistemas de segurança, decide fazer um roubo que iria ter grandes lucros, sendo um golpe fácil pois a casa pertencia a um veterano de guerra cego. As coisas complicam quando entram dentro da casa e descobrem que afinal as coisas não eram assim tão fáceis e nem tudo o que parece é, tendo surpresas a atrás de surpresas, que os faz temer pela vida.
Para mim este é o filme do ano, superando o Conjuring 2, que também achei bastante interessante, mas este ganha muito com a intensidade que tem, o suspense que põe desde quase o inicio até ao fim, faz justiça ao nome do filme e ficamos nós também quase sem respiração a cada cena, não querendo perturbar a acção do filme que fica mais arrepiante e intenso ao passar o tempo. A história e a criatividade faz deste filme algo especial que mesmo sem grandes efeitos ou cenários cria um ambiente de cortar à faca. Só peca mesmo por não nos criar uma empatia com os personagem que entram na casa, pois não temos grande informação sobre eles, dando até mais relevância ao dono da casa que se torna um personagem fantástico como "vilão", o que acaba por ser uma perseguição em que se pode torcer mais por aquele que anda à caça do que por aqueles que fogem. Este é um filme a não perder mesmo, e vai agradar a todos os fãs de terror, claro mais a uns do que a outros, mas que até pelas críticas e pelos comentários que se vai vendo percebe-se que o filme surpreendeu muitos pela a positiva e vale mesmo a pena.


Pontos Positivos:
- História
- Terror/Sustos
- Som
- Criatividade
- Suspende

Pontos Negativos:
- Personagens

Rate: 8/10

sábado, 5 de novembro de 2016

Lights Out


Um filme de terror que nos faz voltar a ter medo do escuro, tendo uma ajuda de James Wan para o tornar um dos melhores filmes de 2016. O filme teve de bilheteira 148 milhões de dólares com um orçamento de 4,9 milhões de dólares, tendo uma das melhores bilheteiras de 2016 para o género de terror. A maioria das críticas foram positivas realçando o trabalho feito pelo realizador David F. Sandberg.
A história começa logo por um evento paranormal de um ser que aparece sempre que está escuro matando Paul. A história recomeça e segue a personagem Rebecca que também vê coisas estranhas sempre que escurece. A acção intensifica-se quando se tenta perceber quem é aquela misteriosa e perigosa personagem, encontrando um passado terrível que faz com que o medo e o terror aumentem.
O filme é baseado numa curta metragem feita pelo o realizador, que teve tão boas criticas que este resolveu fazer o filme e o resultado foi bem conseguido. Apesar de ter os clichés típicos de um filme de terror e a ideia não ser original, tem um enredo e uma representação que mostra que não é preciso muito para fazer um bom filme, só é preciso, mesmo usando os "ingredientes" do costume, que haja qualidade e dedicação no que se faz, vê-se logo a diferença. O filme é um dos melhores que se pode ver em 2016, apesar de não ser o melhor mas está sem dúvida no top de 10 de muitos no final deste ano, por isso é um filme que vale a pena ver e deixar-se envolver no ambiente de terror que nos entregam para apreciar. 


Pontos Positivos:
- História
- Terror/Sustos
- Representação

Pontos Negativos:
- Clichés
- Som
- Originalidade

Rate: 7/10