The way everyone can enjoy it!

quinta-feira, 29 de junho de 2017

The Midnight Meat Train


Este filme baseia-se numa pequena história do grande realizador Clive Barker e que volta a trazer ao
grande ecrã as suas ideias e imagens de marca. O filme teve de bilheteira 3,5 milhões de dólares, o
que não se pode considerar um grande sucesso. As críticas são mistas, pelo facto de ser uma boa
adaptação da história Clive Barker, mas fica aquém para um filme de longa metragem, tendo mesmo assim sido nomeado para alguns prémios.
O filme relata a história de um fotografo que está a tentar ter sucesso e conseguir surpreender os seus futuros patrocinadores. Numa das suas voltas à cidade, Leon entra num dos últimos metros e assiste a um brutal e bizarro assassinato, ao que foge tentado mesmo assim fotografar o acontecido. O enredo desenvolve-se mais quando Leon percebe que no dia seguinte, não existe notícia nenhuma sobre o acontecido nem vestígios no metro, o que o faz investigar o caso entrando numa jornada perigosa, metendo a sua vida em risco para descobrir a verdade por detrás do caso e a história do bizarro personagem.
Este é daqueles filmes interessante, que nos vão deixar sempre divididos, tendo sido mais apropriado uma curta metragem mais intensa do que um filme que em certos pontos perde a intensidade para dar espaço a uma história mais longa. Apesar do filme ter conseguido prémios, principalmente pela representação dos seus actores principais e por Vinnie Joner ter conseguido mais uma primeira vez criar um personagem forte e icónico que daria para ser mais explorado em filmes posteriores. Por sua vez, o filme peca pelo enrolar da história e pelos efeitos que tem quando as pessoas são brutalmente atacadas, tornando o filme pouco credível nos momentos chaves de um filme de terror. Mas mesmo assim consegue atingir o que promete, uma hora e meia de terror e gore que deixa os fã de terror com alguma água na boca. 



Pontos Positivos:
- Representação
- Gore
- Serial Killer

Pontos Negativos:
- História
- Efeitos

Rate: 6/10

Sem comentários:

Enviar um comentário